Apesar de nosso país ser um dos representantes mundiais mais importantes na produção de grãos, carnes e outros, quando se trata da pecuária leiteira, ainda ficamos bastante para trás. Argentina e Uruguai possuem uma média de produção de 12 litros por vaca a cada dia enquanto aqui a produtividade raramente ultrapassa os 5 litro por dia, de acordo com os dados do IBGE. Regiões como o Rio Grande do Sul, que conta com mais de 8 mil profissionais atuando na área, vêm inclusive ganhando incentivo do governo federal para aquecer a produção no estado.

Mas qual o caminho certo, afinal, para aumentar a produção do leite e derivados sem perder qualidade? O que é importante saber é que existem fatores essenciais para a melhoria, que ultrapassam a genética animal e o alto investimento. É preciso estar atento ao manejo do pasto, à alimentação das vacas e, ainda, à qualidade do bem estar animal.

Algumas dicas dos especialistas:

1. Investir nas rações

Mesmo em tempos de crise, a diminuição na quantidade de ração com expectativa de redução de gastos é uma péssima estratégia. O animal com menos quantidade ou com pior qualidade de alimento tende a produzir menos leite, gerando redução de receita, sem reduzir igualmente os custos fixos.

2. Qualidade das pastagens

O pasto de qualidade reduz o custo da produção e seu manejo pode deixá-lo mais completo e, assim, gerar os melhores resultados.

3. Rotina dos animais

É comprovado que as vacas gostam de rotina. Assim, manter os horários certos de saída para o pasto apresentam impactos na quantidade do que o animal ingere. Em dias quentes a tendência é que a ingestão seja menor, razão pela qual é tão importante manter as instalações resfriadas para o conforto enquanto estão internas.

Leia também (link próximo texto – Como um tipo instalação pode afetar a produtividade leiteira.)

4. Planejamento

Mais do que concentrar no valor financeiro para manter a produção mensalmente, é muito importante que o produtor visualize o processo de forma mais objetiva. Focar no gasto de cada litro de leite produzido pode ajudar a organizar as contas e colocar em prática o planejamento de longo prazo.

5. Abastecimento de água

É impossível garantir sucesso na produção sem contar com uma boa oferta de água. Contar apenas com a chuva não é suficiente para manter o pasto verde e saudável, portanto um sistema de irrigação deve ser adotado. O efeito positivo na produtividade é garantido com esta melhoria de abastecimento.

As soluções para a melhora da produção leiteira e de seus derivados dependem não apenas de uma ou outra atitude, mas da adoção de diversas boas práticas na atividade. Concentrar esforços no treinamento dos funcionários, no manejo adequado do pasto e no controle de medicamentos estão entre os detalhes que farão toda a diferença no resultado final.

Além disso, práticas como higiene do rebanho, qualidade de tempo nos pastos e temperatura adequada nos galpões garantem que sejam evitadas doenças e diversos problemas que podem acometer a saúde do rebanho.

A Elefant é a primeira e maior marca de ventiladores desenvolvidos por profissionais altamente qualificados para tornar qualquer ambiente fresco e agradável, através da movimentação de uma quantidade surpreendente de ar. Tenha um ambiente mais confortável e agradável com menor consumo de energia, gerando mais produção através da alta tecnologia dos ventiladores Elefant.