Veja como grandes indústrias fazem para reduzir o consumo com ventiladores HVLS

Hoje a preocupação com a sustentabilidade e o melhor uso dos recursos está se tornando prioridade nas grandes indústrias ao redor do país. O crescimento da população exige o foco no aproveitamento energético e também os esforços para a economia de energia nos mais diversos ramos de negócio.
Atualmente, o Brasil apresenta o índice de 10% de sua energia que não é aproveitada, de acordo com informação da Abesco – Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia. Isso significa, em valores, uma perda de mais de 12 bilhões de reais a cada ano e, desse total, as indústrias são responsáveis por 2,6 bilhões de reais de desperdício.

Diante desta realidade, cada vez mais se tem procurado alternativas para economia de energia na indústria. Seguem algumas das principais ações que as grandes empresas observam que fazem diferença na conta:

  • Aproveitar a iluminação natural, posicionando as áreas de trabalho próximas de janelas para menor utilização de luminárias;
  • Evitar os horários de pico das concessionárias de energia elétrica;
  • Substituir equipamentos elétricos mais antigos por outros modernos;
  • Colocar sensores de presença nas áreas de pouca circulação;
  • Instalar ventiladores HVLS para circular o ar em ambientes amplos de forma eficiente.

Nem todas as pessoas estão habituadas às diferenças de se instalar um ventilador de alto volume e baixa velocidade nas dependências da empresa. Mas estes aparelhos são projetados para circular o ar de maneira mais eficaz, em baixa velocidade, porém movimentando uma grande quantidade de ar.
Estes ventiladores surgiram nos anos 90 e aos poucos se tornaram equipamentos comuns em armazéns, galpões, academias e outros grandes ambientes que conseguem regular a temperatura através do fluxo gerado por longas pás de alumínio. Dentre seus diferenciais, podemos dizer que se alcança o fluxo de ar desejado utilizando velocidade (e energia) inferiores ao usado pelos ventiladores convencionais, ou seja, abrangem uma área maior pelo menor custo (seu diâmetro mede até cinco vezes mais do que o diâmetro de um ventilador residencial típico).

Além do mais, os benefícios energéticos não são relatados pelas grandes indústrias apenas durante o verão. Os ventiladores HVLS no inverno também colaboram com a mistura do ar quente que se concentra próximo ao teto, empurrando-o para baixo e amenizando as baixas temperaturas que naturalmente se concentram próximas ao chão. Esse processo dispensa, muitas vezes, o gasto com formas alternativas de aquecimento de maior consumo.

Em uma época que fica cada vez mais preocupante a realidade dos possíveis aumentos do custo da energia, buscar alternativas pertinentes e que reduzam o consumo é o caminho mais lógico para todos os negócios do país. Soluções inteligentes como layout de iluminação e também o caso dos ventiladores HVLS, permitem eficiência energética que já é projetada com a finalidade do melhor resultado. Estas considerações é que fazem toda a diferença na redução de gastos dentro da indústria.

A Elefant é a primeira e maior marca brasileira de ventiladores desenvolvidos por profissionais altamente qualificados para tornar qualquer ambiente fresco e agradável, através da movimentação de uma quantidade surpreendente de ar. Tenha um ambiente mais confortável e agradável com menor consumo de energia, gerando mais produção através da alta tecnologia dos ventiladores Elefant.